Arquivo mensais:março 2016

Pisos drenantes como alternativa para arquitetura sustentável

A arquiteta Arina Araujo traz neste artigo uma interessante opção para a escolha de revestimentos que prezam a arquitetura sustentável, acompanhe!

Arquitetura sustentável é uma resposta às preocupações relativas ao meio ambiente a aos problemas causados pelo desperdício de produtos e recursos e, ao mesmo tempo, uma tentativa de elaborar propostas alternativas e eficazes, capazes de conjugar as exigências da habitação com a atenção ao ecossistema.

O debate sobre a arquitetura ecológica existe há muitos anos e constitui uma questão imprescindível. O aumento dos recursos energéticos, a exploração dos combustíveis fósseis, a Revolução Industrial e as novas tecnologias provocaram, desde o fim do século XIX, uma relação diferente entre arquitetura e ambiente.

Imagine uma grande área, como um estacionamento a céu aberto de piso de concreto sob o Sol do meio-dia. Sentiu muito calor só de imaginar? Agora imagine uma chuva torrencial caindo sobre esta área. Pensou em imensas poças de água ou pequenos córregos se formando por conta do excesso de água caindo e a falta de escoamento suficiente? Vamos abordar um produto solucinador neste sentido, o Piso Drenante.

Piso Drenante com base de cimento (piso cimentício)

Pisos drenantes são placas permeáveis de base de cimento , nas quais a água que cai da chuva retorna às camadas subterrâneas da terra, dando continuidade ao ciclo natural da água, reduzindo riscos de alagamentos. Feitos em diferentes espessuras e conforme a necessidade de resistência ao impacto e atrito, os drenantes são atérmicos, ou seja, a superfície deles não esquenta demais em áreas externas em que o Sol atinge por horas. Não há necessidade do uso de rejuntes ou argamassa, pois é piso intertravado.

arina araujo arquitetura sustentavel piso drenante drenaqua drenaltec
Piso drenante: absorve pouco calor, água passa direto (volta ao solo) e sem rejunte*

Podem ser utilizados em obras residenciais ou comerciais, em jardins, piscinas, rampas de garagem, calçadas, espaços públicos como praças e grandes áreas abertas. São indicados para serem usados em pavimentos térreos sem subsolo em uso. Boa opção para pavimentação urbana, residencial e comercial, não possuem restrições de produtos de limpeza, bastando uma VAP. O assentamento pode ser feito com ou sem rejunte e há opções de espessura para contrapiso ou não.

arina araujo arquitetura sustentavel piso drenante
Calçamento com piso drenante: água da chuva passa por ele volta direto para o solo**

Piso drenante, como o próprio nome diz, drena líquido, sendo assim, ele vai deixar água passar por ele e, havendo um pavimento em uso no andar logo abaixo, este receberá toda a água, ou seja, jamais pode haver um andar inferior construído.  Por isso é extremamente indicado para ser assentado diretamente no solo para auxiliar o retorno natural da água.

arina araujo arquitetura sustentavel piso drenante e piso pré-moldadoAplicação de piso drenante para o solo e pré-moldado impermeável para a escada***

Os fabricantes fornecem manuais de assentamento com passo a passo. A Drenaltec, fábrica localizada em Campinas/SP, fabrica o piso drenante Drenaqua, muito indicado para rampas por trazer alta aderência. Os pisos podem ser remanejados de lugar facilmente, sem quebras, permitindo consertos subterrâneos em calçadas e vias, sem remendos.

Piso Pré-Moldado com base de cimento (pré-moldados cimentícios)

Indicado para aplicação de piso em locais sujeitos a tráfego de veículos, tais como vias urbanas, pátios de estacionamentos e similares (norma ABNT NBR 9781), ou mesmo, para projetos arquitetônicos, paisagísticos, residenciais ou comerciais. As placas pré-moldadas são atérmicas – não esquentam – e otimizam a sua manutenção. Para limpeza, basta jatos de água usando máquina do tipo VAP com detergente neutro.

A extensa paleta de cores possibilita projetos arquitetônicos e paisagísticos de grande apelo estético, sem perder as caraterísticas de durabilidade, alta resistência e praticidade do piso intertravado. Grande aliado das áreas de jardim, piscina e varandas, o pré-moldado tem visual rústico muito parecido com o drenante, mas sua característica principal é ser impermeável. Assim, pode ser usado em áreas externas de coberturas de edifício, dando um aspecto rústico interessante, em áreas externas com uma garagem embaixo ou outro andar inferior.

arina araujo arquitetura sustentavel piso drenante e piso pré-moldado
Na cobertura, pré-moldado de aspecto rústico semelhante ao drenante, mas impermeável

Por serem atérmicos (absorvem pouco calor dos raios do Sol), são perfeitos para áreas de lazer, como piscinas, passagens de jardins, corredores, quintais, churrasqueiras, etc.

arina araujo arquitetura sustentavel piso drenante
Combinação de piso drenante no solo e bordas de piscina atérmicas no mesmo acabamento

Pisos drenantes e pré-moldados podem ser combinados com bordas de piscina no mesmo tom, unificando o projeto, tornando mais homogêneo, harmonioso, trazendo uma atmosfera contemporânea bem rústica, porém ao mesmo tempo, elegante. Tem uma porosidade natural graças ao material base, o cimento.

O processo de fabricação dos pisos pré-moldados e drenantes não passam por fornaria, como no caso dos pisos cerâmicos. A cura do cimento é feita por secagem natural, o que garante a sustentabilidade por não liberar gás carbônico na atmosfera, sendo inofensivos ao aumento da camada de ozônio. Além de terem parte de sua matéria-prima reciclável como a fibra de coco e o reaproveitamento de peças de descarte que retornam à linha de produção.

*, ** e ***: imagens gentilmente cedidas por Drenaltec tecnologia em pisos drenantes