Arquivo mensais:julho 2015

senibeton arinaaraujo

O charme dos revestimentos de cimento

O uso de revestimento com acabamento que busca um efeito natural tem conquistado espaço no décor. Ótima opção para renovar o ambiente e trazer um ar contemporâneo à ele é o uso de revestimento cimentício, feito a partir do concreto. Placas cimentícias são revestimentos com boa durabilidade, podem ser usadas no acabamento dos pisos e das paredes da residência, em ambientes internos, externos e fachada.

Pisos e paredes revestidos de base cimentícia proporcionam aparência rústica e um excelente desempenho quando o assunto é durabilidade e resistência mecânica. Por ser atérmico, (propriedade de reter pouco calor), este tipo de revestimento “esquenta menos” porque é feito de material poroso, que dissipa melhor o calor. São ecologicamente corretos e consegue-se obter aparência de materiais variados, desde madeira até mármore, em diferentes tonalidades.

O Cimento Queimado
Os principais produtos industriais usados para obter o acabamento em cimento queimado são o cimento polimérico (com um aditivo que garante elasticidade e aderência) e massas pré-fabricadas à base de pó de limestone ou de quartzo. Essas últimas têm boa resistência a trincas, são orçadas conforme o projeto e acompanham quatro produtos: base de regularização cimentícia, pigmentos, seladora e resina.

cimento queimado arina araujo

Tecnocimento®
Tecnocimento® é um revestimento decorativo cimentício polimérico que apresenta o aspecto do cimento queimado, isento de juntas, de secagem rápida e baixa espessura. Sua estética apresenta o charme das nuances, aspecto e cor do cimento.

tecnocimento arinaaraujo arquitetura

O conceito de aplicação do Tecnocimento® é bastante distinto do cimento polimérico, pois é aplicado como uma massa corrida, em camada única, monolítica, sem emendas e sem juntas, sendo aplicado por profissionais de acabamento que dominam o manuseio da desempenadeira de aço, como pintores, aplicadores de massa ou textura, gesseiros e também por pedreiros. A característica principal do profissional de aplicação é o capricho e estar atento a detalhes de acabamento.

tecnocimento arina araujo

tecnocimento

Mr.Cryl
É um revestimento cimenticio totalmente monolítico – sem juntas de dilatação, desenvolvido para ser aplicado em fachadas, paredes e pisos, com apenas 2mm de espessura.

mr cryl arina araujo

Produto de alta aderência e flexibilidade sobre argamassas, drywall, mdf, painéis cimenticios, cerâmica ou azulejos, evitando o incomodo do quebra-quebra das reformas. Valorizam ambientes residências e comerciais em áreas externas e internas.

arina araujo mrcryl

Mr.Cryl possui aderência de alto nível sobre diversos substratos tais como azulejos, pisos cerâmicos, gesso acartonado, pastilhas drywall, concreto, chapa de madeira, pedras naturais, contra-piso, paredes e tetos sem causar escorrimentos, agiliza a obra por não haver necessidade de remoção dos revestimentos pré-existentes, reduzindo o tempo e o gasto com mão- de-obra.

SéniBéton

O SéniBéton é um revestimento inovador, a base de limestone de alta resistência, especialmente desenvolvido para pisos e paredes.  A versatilidade do produto foge da mesmice propondo um diferencial aos ambientes, dispensando as desgastantes reformas devido à fácil aplicação, além de ser totalmente monolítico, ou seja, dispensa juntas de dilatação. Pode ser aplicado sobre contra pisos fino ou grosso, cimento ou pedras que apresentem porosidade.

De revestimento com aspecto levemente granitado com nuances de cor, SéniBéton existe para ser aplicado em pisos internos ou externos. Não se destinam a corrigir as imperfeições como ondulações, fissuras, trincas, umidade ou rachaduras.

senibeton arinaaraujo

 

seni beton arina araujo

“Interior of modern house, metal staircase”

arina araujo

Arina Araújo ensina truques para refrescar a decoração da casa gastando menos – Correio Braziliense

A arquiteta Arina Araujo compartilha dicas incríveis em reportagem no Correio Braziliense, na qual propõe  refrescar o décor da casa mesmo que em momentos de recursos menos abastados. Vale a pena conferir!

Arquiteta ensina a decorar a casa com pouco dinheiro e muita criatividade

arina araujo arquiteta

Carpete em todos os cômodos, textura nas paredes, lustres de cristais e muito brilho. Ostentação demais para a época de crise econômica em que o Brasil está passando, não é mesmo? Pensando nisso, alguns brasileiros resolveram buscar alternativas para, mesmo nesse período, não deixar de decorar a casa e deixá-la do jeito que gosta. Com a ajuda de um arquiteto, por exemplo, a casa pode ficar ainda mais bonita, mesmo com um custo pequeno.

A arquiteta Arina Araújo explica que não é preciso esbanjar para deixar o lar doce lar bem apresentado. “Hoje em dia com uma boa consultoria, os itens e as cores certas, parece que a casa está nova em folha a cada semestre”, comenta.

Para quem está querendo redecorar o quarto, mas a grana está curta, a dica da arquiteta é unir bem as almofadas com o tapete. “O charme de sempre fica à base das cores. Unir sempre e combinar, mas sem exagerar, claro”, pondera.

arina araujo arquiteta

Outra dica é ousar nos pallets, que estão em alta. Eles estão cada vez mais sendo aproveitados na decoração. E os adesivos podem dar todo um charme em um detalhe na parede da sala. A arquiteta diz também que servem para cobrir aqueles revestimentos da cozinha e banheiro dando toda a graça no ambiente além de fácil aplicação. ”Usar papel de parede também é uma ótima sugestão, além da fácil aplicação”.

Não esquecendo que ambientes pequenos pedem papeis de parede com estampas menores. A dica é dar cor em uma única parede na sala e em outra uma espelhada para da um ar de maior é o custo pequeno: Troca de capa de almofadas, capa para cadeiras e sofás, pufs, que são peças chaves na decoração, fazem uma boa diferença.

“Podemos colocar nas paredes belíssimos quadros. Não precisa ser obras de arte caras. Podemos investir em pôsteres que são vendidos em papelarias ou bancas de jornais. Coloca uma simples moldura e pronto!”, argumenta. Reformar um móvel antigo também é outra dica útil. Uma boa pintura e troca de puxadores já da outra cara ao ambiente.

Além de tudo isso, um belo arranjo com flores artificiais também é uma opção de decoração e dá todo um charme ao ambiente. Se não pode trocar o piso da casa, pelo menos um tapete sim. Com certeza sairá muito mais em conta para o bolso do brasileiro.

arina araujo arquiteta

Confira dicas de decoração criativas e econômicas para cada cômodo da casa:

Sala de estar
Dê cara nova aos objetos de decoração. Pinte, retire, acrescente ou revista. Pequenos detalhes podem mudar completamente a decoração desse ambiente. Trocar as capas das almofadas, apostar em uma cortina nova, ou renovar as fotos dos porta-retratos já pode fazer muita diferença.

Cozinha
Nem sempre você irá precisar gastar muito para decorar sua cozinha e deixá-la com cara nova. Quebrar paredes gera custos, por isso aposte em adesivos e em azulejos que não necessitam de grandes reformas.

Sala jantar
Na sala de jantar é possível pintar uma parede com uma cor diferente e trabalhar com capas nas cadeiras. Usar espelhos também pode turbinar a decoração, e se você quiser ousar um pouco mais troque a iluminação tradicional por pendentes.

Quarto do casal
Aquele móvel antigo e desgastado no canto pode ser transformado com um pouco de tinta, paciência e criatividade. Use arranjos de flores e aposte em adesivos de parede para repaginar o quarto do casal

Quarto das crianças
Crianças, paredes e giz são uma combinação de pura arte. Pintar uma parede com tinta lousa é uma solução criativa para aproveitar melhor o espaço do quarto dos pequenos. Também dá para decorar com uma cortina e usar nichos simples para colocar brinquedos.

arquiteta arina araujo

 

Fonte: Correio Braziliense

flyer

Exposição “ENTRE AFETOS E SOMBRAS”

Boa dica de exposição fotográfica em Brasília, evento que com certeza a Arquiteta Arina Araujo estará prestigiando, vale a pena conferir.

Duas artes que dialogam colaborativamente: fotografia e poesia. Essa união ocorre com os artistas Alliny Nunes e Roberto Medina na exposição “Entre afetos e sombras” que se encontrará no Memorial do TJDFT de 06 a 17 de julho. O espectador pode passear contemplativamente pelo conjunto de fotos e poemas nessa exposição como uma experiência estética da poesia da luz, na concepção de Marcel Proust: “A verdadeira viagem de descoberta não consiste em procurar novas terras mas ver com novos olhos”.

De acordo com a fotógrafa Alliny Nunes, “Teremos algumas peças exclusivas para o TJDFT, sendo apresentadas ao público pela primeira vez “, como a foto da indiana abaixo:

Prita Vinodkumar Exposição “ENTRE AFETOS E SOMBRAS” Alliny Nunes e Roberto Medina
Retrato da indiana Prita Vinodkumar, com exclusividade na mostra do TJDFT

ALLINY NUNES fotógrafa da mostra ENTRE AFETOS E SOMBRAS A fotógrafa Alliny Nunes, em retrato por Nikola Pravnovic

Alliny Nunes
Fotógrafa

Graduada na área da saúde pela UCB, é fotógrafa profissional formada pelo Espaço f/508 de fotografia. Além disso, tem especialização em fotografia de retratos em preto e branco e fine art em Missouri (EUA). Também lecionou os cursos básico e avançado de fotografia digital da Nikon (Nikon Seminars/Nikon School) e, em Brasília, ministra workshops na área fotográfica. Possui curso sobre mercado de luxo, com Claudia Matarazzo, e curso em expografia, sob o conceito da Escola Bauhaus, Alemanha.
Durante dois anos, em navios de cruzeiro, fotografou famílias de diversas nacionalidades e culturas, em mais de oitenta cidades e trinta países. O universo de imagens de Alliny Nunes compõe-se de fotografias em estúdio, retratos, eventos, casamentos, retratos de artistas e escritores.
No Brasil, Araquém Alcântara prestou consultoria de leitura de portfolio da fotógrafa Alliny Nunes, a fim de apurar o trabalho autoral com fotografia de viagem e registros do cotidiano de tripulação. O trabalho da fotógrafa pode ser conferido em sites especializados, exposições individuais e coletivas e livros. Trabalho recente: a exposição “Entre afetos e sombras”, com apresentação de Cássia Relva e curadoria e poesia textual de Roberto Medina.
Para Alliny Nunes, um bom retrato deve ser uma representação do indivíduo independente do passar do tempo. Mais que uma imagem bonita, seus retratos são o legado do retratado, dialogando com futuras gerações.

Roberto Medina
Professor e escritor

Doutorando em Teoria Literária e Estudos Literários Comparados na UnB, Medina publicou artigos em revistas científicas nacionais e internacionais. Escritor e professor de escrita criativa, ministra diversos cursos de pós-graduação. Atua com o foco em literatura brasileira, poesia, contos e história da arte, poéticas visuais, teoria literária e adaptações para cinema e teatro. Sua pesquisa abrange questões relacionadas a linguagem poética, às obras de Wilhelm Dilthey e Dostoievski, além dos projetos estéticos e ideológicos de Manoel de Barros, Machado de Assis e Jorge Luís Borges.

Alliny Nunes e Roberto Medina na exposição “Entre afetos e sombras” que se encontra no Memorial do TJDFT de 06 a 17 de julho